Valorização

Bem, no Blog desse mês, gostaria de falar sobre VALOR. Sei que existem pessoas que podem dar as mais variadas definições da palavra; o que significa; como se valorizar e por aí vai. Mas, vou pedir licença e pegar emprestado a definição que li no livro “A Recompensa da Honra”.

Nesse livro, a palavra “valorização” é a mesma palavra que Honra. A palavra grega traduzida por honra é “time”. A definição simplista e literal desta palavra é “valorização”. Quando se fala a palavra “time” a um grego, ele pensa em algo VALIOSO, PRECIOSO, DE PESO, tal como ouro. Outras definições para a palavra HONRA são: apreciação, estima, olhar favorável, respeito!

Mas, não quero me deter tanto na definição; não que ela não seja importante, mas na atitude em si!

Eu ouço muito ultimamente pessoas falando sobre honrar; honrar ministros, líderes, enfim… não quero que você pense que isso não tem o seu lugar! Mas, hoje, quero falar sobre você honrar sua família, amigos, pessoas que fazem parte do seu convívio ou que foram confiadas a você.

Às vezes, passamos tanto tempo ao lado de pessoas sem nunca mostrarmos para elas o que sentimos ou o que elas representam para nós.

ACREDITO QUE A MAIOR HONRA (Valorização) QUE ALGUÉM PODE DAR A OUTRO É QUANDO ELA AINDA ESTÁ VIVA!

Certa vez, pude ouvir o desabafo de um homem que perdeu a sua esposa naquele acidente da TAM em Congonhas. Ele dizia assim: “Se eu soubesse que aquele seria o seu último dia… como me arrependo de não ter dito para ela que a amava! Ao invés disso, as últimas coisas ditas foram palavras de uma discussão boba que, parando para pensar, nem fazia sentido”.

Sabe, se paramos para pensar, será que estamos honrando (valorizando) as pessoas que são importantes para nós? Será que estamos fazendo EM VIDA, as coisas que realmente farão elas perceberem que são valorizadas?

Sim, porque quando alguém morre, todas as manifestações, palavras, atitudes, acabam sendo apenas para os outros, porque sabemos que uma vez a pessoa foi para o Senhor, ela desliga-se completamente de tudo o que é terreno e não tem como ela ver e nem ouvir nenhum tipo de manifestação que possa ser feita por nós em relação a ela.

Quando perdemos alguém que amamos muito, geralmente vem pensamentos como: por que não falei aquilo? Ou, por que não fiz aquilo? Ou ainda, por que não passei mais tempo com ele(a)? E, muitas vezes, isso ocorre porque estamos sempre ligados com a falta de tempo que temos para resolver as nossas coisas, com o orgulho, ou até mesmo com as mágoas ou os ressentimentos por algo que foi feito ou falado e, simplesmente, deixamos “passar” a oportunidade!!

Sabe, não temos o controle de saber qual é o último dia de vida das pessoas que amamos ou que nos cercam, por isso, tenha certeza de que as pessoas que foram confiadas a você, como familiares, amigos ou até mesmo pessoas que foram entregues a você por Deus nem que seja por um momento, elas possam saber que foram amadas, valorizadas por você e isso pode nem fazer diferença para elas na eternidade quando elas partirem, mas, com certeza, fará toda diferença na SUA CONSCIÊNCIA quando isso acontecer!

Quando eu falo sobre valorizar, amar, honrar, não falo de você viver grudado em alguém, ou ter que passar 24 horas do dia com aquela pessoa, até mesmo porque isso, na maioria das vezes, não é possível! Mas, falo sobre aproveitar as oportunidades que aparecem, e se elas não aparecem, provocar uma oportunidade! Uma simples palavra, ou um simples gesto, pode fazer toda diferença. Para você, pode ser simples, mas talvez para outra pessoa, aquilo veio com um peso e uma essência de vida que era tudo o que ela queria ou precisava.

Se hoje você vê que algo existe entre você e alguém que impede você de manifestar o verdadeiro sentimento de amor e de valor por aquela pessoa, libere perdão, deixe que o orgulho fique para trás e faça algo que a fará ver que ela é importante pra você!

Não falo isso porque estamos nos aproximando de mais um Final de Ano onde geralmente as pessoas ficam nostálgicas e fazem apenas nessas datas o que elas nunca fariam em outra época do ano! NÃO! Falo isso porque, num espaço de 2 anos, perdi duas pessoas que eram muito importantes na minha vida e que ainda hoje sinto falta de tê-las por perto! A parte boa disso é que mesmo distante fisicamente e mesmo tendo “ajustes” com essas duas pessoas, existe uma consciência dentro de mim que eles partiram sabendo que eu os amava e honrava o que eles eram e quem eles eram, e isso é bom demais!!!

Valorize quem você ama! Pessoas dizem que atitudes são melhores do que palavras (e eu concordo com isso), mas isso não significa que palavras também não sejam importantes, afinal de contas, a Palavra de Deus fala em Provérbios que “palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina (recuperação, cura) para o corpo” (Pv. 16.24).

Então ame! Seja por palavras ou por ações, o Espírito Santo sabe lhe conduzir a melhor maneira que alguém vai se sentir amado e valorizado por você.

Por: Sâmia Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *