Zelo e indignação

“Tendo feito um azorrague de cordas, (Jesus) expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas… Lembraram-se os seus discípulos de que está escrito: O zelo da tua casa me consumirá.” João 2:15,17

“Amaste a justiça e odiaste a iniquidade; por isso, Deus, o teu Deus, te ungiu com o óleo de alegria como a nenhum dos teus companheiros.” (Hebreus 1.9)

“Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tenho grandes zelos de Sião e com grande indignação tenho zelos dela.” (Zacarias 8.2)

Se você ama, você zela.
E se você zela por alguém, você, automaticamente, tem uma indignação contra tudo que vem para destruir ou desconstruir aquilo que você ama e zela.

Quando você ama a palavra, zelando em praticar, você cada vez mais odeia a injustiça.
Quando você ama o corpo de Cristo, você odeia contendas, e sua indignação é transformada em proteção ao corpo de Cristo.
Quando você ama semear, você zela por suas sementes em oferta ao Senhor. E, simultaneamente você odeia avareza e miséria.

Onde existe zelo há indignação contra tudo aquilo que se levanta em relação ao que você zela.

As áreas da sua vida, onde a revelação da palavra de Deus já está brilhando, os seus olhos estão abertos e você está vivendo a liberdade de Cristo naquelas áreas. E por isso, você não aceita nada mais que vem do dia

Se você não tem indignação com doenças, provavelmente a revelação de que você é sarado em Cristo Jesus ainda não chegou ao seu coração. Você precisa estudar mais, meditar mais, mergulhar mais nas verdades de Cristo sobre cura divina que trarão essa indignação ao teu espírito e fazer com que você não aceite nada que não venha de Deus.

Porque, se a revelação já chegou no teu espírito, então você está consumido pelo Zelo em proteger sua saúde e tudo aquilo que é seu por direito, conquistado por Cristo Jesus.

Por: Eliezer Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *